seo-project-managementTrabalho com projetos a mais de 10 anos. Pela minha experiência, existem algumas maneiras pelas quais um projeto pode se complicar. Por exemplo, fazer um link com a tecnologia DWDM, via fibra ótica de 10km é uma atividade simples. Com os equipamentos atuais e fibra de boa qualidade em um dia é possível colocar o link no ar o problema foi resolvido. Por outro lado, se você tem 100 links desse para instalar e eles estão entrelaçados, a coisa muda um pouco de figura.

Com otimização para buscadores(SEO) é isso mesmo que acontece. São diversas atividades simples que feitas em conjunto entregam o resultado necessário. Mas SEO tem muitas facetas diferentes e com limitação de recursos fica difícil fazer tudo ao mesmo tempo. Imagina colocar 200 equipes em campo mais 200 entregas ao mesmo tempo para tentar garantir a entrega de todos esses links em 2 dias. Lembrando só que cada link tem a ponta A e a ponta B, por isso 200 entregas e times. Mas independente de todas essas nuances, e uma chance de fracasso enorme, ainda tem o fato de que esses links não serão utilizados imediatamente. Podendo levar anos para serem “consumidos” pela operadora, ou seus clientes.

Com SEO funciona exatamente assim. Os buscadores não permitem um crescimento rápido da noite para o dia, em função da própria natureza dos websites que mudam a todo momento. Já vi Google levar semanas para identificar um redirecionamento.

Então o melhor que temos a fazer é utilizar os recursos de maneira inteligente, obtendo o melhor resultado no menor período possível.

Frentes de trabalho necessária para um projeto de SEO

Pesquisa de palavras-chave:

É fundamental saber o que sua audiência está pesquisando no Google e em outros mecanismos de busca. Uma pesquisa de palavra-chave bem feita pode ser diferencial para o seu negócio, só com ela você garante que está remando na mesma direção que o seu público.

Mas é super importante saber que os buscadores, especialmente o Google, tem melhorado muito sua capacidade de entender os assuntos das páginas.

Esse é um tópico que nunca vai deixar de existir, mas tem diminuído a importância da exatidão dos termos que os seus clientes escrevem nos buscadores com o que está escrito no seu site.

De qualquer maneira precisa ser feito para todos os seus produtos e pensando em cada persona. Aquela página de captura especial que sua empresa tem, também precisa de uma pesquisa de palavra chave específica para ela.

A parte boa é que não é uma atividade que demanda muito, vai variar de acordo com a sua quantidade de produtos e categorias, bem como com o tipo de mercado que sua empresa se encontra.

Link Building (construção de links)

Fundamental para conseguir ranquear, em especial em mercados competitivos.

Mas não é uma atividade complexa, é sim, muito repetitiva. É necessário descobrir sites de pessoas ou empresas relacionados ao seu produto que aceitem criar um link para você. Existem várias técnicas diferentes para isso, eu particularmente gosto da skyscraper, do Brian Dean.

Se não tiver condição de contratar um profissional com uma equipe exclusiva para fazer isso para você, minha recomendação é que invista no mínimo 5 horas semanais fazendo link building. Depois de um tempo a atividade vai ficar mais fácil, mas não diminua as horas investidas, pois os resultados serão melhores.

Criação de Conteúdo Relevante

É aqui que o SEO e o marketing de conteúdo se misturam. Quando você cria conteúdo relevante, além de atrair pessoas para o seu blog, você aumenta o universo de palavras-chave que o Google te encontra, isso faz com que a sua empresa apareça mais vezes como resposta aos seus clientes.

Sem dúvida vai ser o seu maior investimento de tempo. Mesmo que você subcontrate todo seu conteúdo com uma agência especializada, será nesse tópico que você deve investir o máximo de recurso possível.

SEO Técnico

Aqui as ramificações ficam infinitas. variam com a tecnologia usada, templates, tipo de site, webapp ou seja la o que sua empresa precisa para funcionar online.

Vamos falar do básico do SEO técnico que qualquer site precisa independente desses detalhes.

Essa lista tem apenas alguns pontos que são fundamentais para que seu site melhore o ranqueamento, ela funciona em conjunto com o que já foi falado anteriormente:

  • Site acessível aos buscadores (Crawlability);
  • Site indexável (Indexability);
  • Site responsivo (se adapta a tela do usuário);
  • Site rápido (quanto mais rápido melhor);
  • Com marcação Schema;

Existem inúmeras outras questões técnicas, mas se for possível atacar essas 5 o ganho já será absurdo. Somado aos outros itens a vitoria é certa.

Como gerenciar isso tudo?

Já dei algumas dicas dos processos necessários para as atividades acima e quanto tempo necessário em algumas delas. Mas como organizar isso tudo num projeto garantir esse resultado.

Definindo os objetivos do Projeto:

O ponto de partida de qualquer projeto é o escopo. Precisa ser definido os objetivos do projeto, o que será feito e quem é responsável por cada ponto. Sem isso não da nem para começar.

Primeiro é necessário uma analise prévia do negócio, como ele funciona e como o site é usado.

Depois definem-se os objetivos, lembrando sempre que ele precisa ser SMART (Específico, Mensurável, Alcançável, Relevante e Temporal)

Por exemplo:

  • Aumentar o tráfego Orgânico em 50% num período de um ano.
  • Melhorar a qualidade do tráfego orgânico, aumentando as vendas e métricas relacionadas as metas de conversão dentro de 6 meses.
  • Aumentar em 20% a quantidade de links de sites locais em 3 meses.

Cada um desses objetivos terão seus desafios e estratégias a serem definidas posteriormente, mas todos eles atendem ao SMART, o que facilita o gerenciamento.

Definindo os Entregáveis (Deliverables)

Considerando as frentes de trabalho e os objetivos do projeto, é possível pensar numa estratégia básica de ação.

Depois disso a atividade mais importante é a auditoria do seu site. Com o documento da auditoria em mãos temos uma lista de entregáveis.

  • Lista de palavras-chave relevante por produto/página;
  • Estratégia de Ações de Marketing (SEO e Conteúdo);
  • Links Criados por periodo;
  • Relatório da auditoria com a lista de atividades técnicas a serem executadas;
  • Calendário de Publicação de Conteúdo.

Uma pesquisa de palavra-chave bem feita pode ser revista anualmente sem problemas, considerando que é importante estar atento a novidades no seu mercado e a conteúdo que viraliza. Pegar carona num boom desses é sempre espetacular.

A estratégia de marketing é o que dará o norte para todo o projeto, podendo ser revista de 6 em 6 meses, ou conforme a necessidade.

Links criados por período pode ser incluído no relatório de tráfego mensal do projeto.

O relatório da auditoria vai gerar a lista de atividades do projeto de adequação do site, que é a base para as reuniões semanais do projeto. Pode ser refeita após o escopo ter sido concluído. Algumas empresas refazem essa auditoria anualmente.

O calendário de conteúdo é derivado da estratégia de marketing e vai depender muito de como a empresa decide nessa criação. Tem empresas que publicam uma vez por mes, outras preferem publicar diariamente. O resultado varia com o mercado e com o público. Um jornal, por exemplo, precisa de várias publicações diárias.

Outras duas entregas importantes são o relatório de tráfego e a lista de atividades de acompanhamento do projeto.

O relatório de tráfego online, se a empresa já não tiver o próprio, deve ser desenvolvido um dashboard no analytics e adicionando a informação dos links e do Google Search Console.

Entendo que com uma periodicidade mensal é viável manter o controle e tomar as ações necessárias para corrigir possíveis desvios.

As atividades de programação e ajustes no site são um pouco mais complicadas e dependem de mais gente, por isso, recomendo um processo parecido com o Agile.

Um Passo-a-Passo Básico para operação

 

Publicação de Conteúdo

  1. Brainstorm para definição dos temas;
  2. Colocar os artigos no calendário de publicação;
  3. Pesquisa e criação dos artigos de acordo com o cronograma;
  4. Publicar;
  5. Repetir.

Link Building

  1. Identificar oportunidades (via competidores, parcerias, guest blogging, outros. );
  2. Contactar pessoalmente;
  3. Executar o combinado;
  4. Confirmar se o link foi criado de acordo;
  5. Repetir.

Atividades no Site

  1. Reunião semanal para definição das prioridades;
  2. Acompanhamento por email quando necessário;
  3. Eventuais ligações de cobrança, principalmente quando existe uma atividade sua que depende de uma entrega de outra pessoa;
  4. Repetir.

No caso desse último item, o uso de uma ferramenta como o Trello ou o Basecamp facilita muito a gestão.

Finalizando o Projeto

SEO não tem fim. Sempre tem algo a mais que pode ser testado ou feito de outra maneira.

Mas por uma questão de negócios, é importante definir períodos mais longos para verificar resultados e celebrar ou ajustar a estratégia.

Além dos relatórios de tráfego, acho importante gerar um relatório de lições aprendidas e identificar oportunidades a serem melhor exploradas.

O período de um ano é excelente para esse tipo avaliação.

Esse é um daqueles posts que será atualizado com o tempo para melhorar a qualidade dessas informações.

Conta pra gente o que achou nos comentários.


Also published on Medium.

Pin It on Pinterest

Share This